Central dos Sindicatos Brasileiros

Taxistas anunciam manifestação em Aracaju (SE) por melhores condições de trabalho

Taxistas anunciam manifestação em Aracaju (SE) por melhores condições de trabalho

Entre as reivindicações estão o Protaxi, bolsão, regulamentação dos aplicativos e mais fiscalização aos clandestinos

Com a queda no faturamento de cerca de 80%, os taxistas da cidade de Aracaju (SE) farão, nesta quarta-feira (6), manifestação para reivindicar ao prefeito melhorias para a categoria e para a população usuária de transporte urbano. Entre essas reivindicações estão a implantação do projeto Protaxi, do Bolsão, regulamentação dos aplicativos de transporte individual e a fiscalização mais efetiva dos órgãos responsáveis.

Taxistas de Aracaju promovem manifestação em frente à Câmara dos Vereadores em defesa do “Protaxi”

Os taxistas devem se concentrar nas primeiras horas desta quarta-feira, em frente ao Sindicato dos Taxistas de Sergipe (Sinditaxi/SE), seguem para a nova rodoviária e terminam o ato em frente à prefeitura, onde tentarão se reunir com o chefe do Executivo. Segundo o presidente da entidade, Manildo Ramos da Costa, a situação da categoria na capital sergipana é preocupante.

“Desde novembro estamos pedindo que ele atenda nossas solicitações, e não temos resposta de nada. A situação dos taxistas aqui em Aracaju é lamentável. Além dos clandestinos, tem os aplicativos, que ele [prefeito] não diz se vai fazer a regulamentação. Temos 2080 táxis há mais de 30 anos, e hoje já se fala em mais de cinco mil carros de aplicativos sem fiscalização. Estamos desesperados e sem conseguir ganhar dinheiro, nossas corridas caíram cerca de 80%”, falou Costa, que apontou algumas irregularidades realizadas pelos motoristas de aplicativos.

Por mais fiscalização, taxistas de Aracaju se acorrentam em frente à prefeitura

“Esses aplicativos são um caso sério. Eles trabalham fazendo fila, chamando passageiros nas portas de hotéis e se oferecendo, principalmente no aeroporto, rodoviária, hotéis e no shopping. Já denunciamos no Ministério Público, pois os motoristas precisam se adequar à plataforma de trabalho, que é por solicitações no aplicativo, e não através de filas”, completou o presidente da entidade.

Além do problema causado aos taxistas, Costa acredita que a segurança da população também está em jogo.

“O taxista precisa tirar Certidão Negativa e antecedentes criminais.  Já no aplicativo qualquer pessoa pode se cadastrar e trabalhar, não exige nada. Uma pessoa errada pode comprar ou alugar um carro e vai trabalhar sem nenhum levantamento da vida dele, o que pode ser um perigo para a sociedade. Ainda mais quando junta com a falta de fiscalização que acontece no nosso município”, disse.

Entenda as reivindicações dos taxistas de Aracaju:

Protaxi –  Táxi coletivo para rodar na zona sul da cidade e que vai combater os clandestinos. Devido ao número de carros de transporte individual na cidade, táxis serão migrados de outras áreas para atuar nesta região.

Bolsão – A implantação de um estacionamento para os táxis vindos do interior, onde o veículo deverá ficar estacionado aguardando o passageiro que quiser regressar para a cidade de origem, evitando que os taxistas vindos de outras cidades atuem na capital.

Limitação dos aplicativos – Regulamentação do transporte individual realizado por aplicativos e limitação do número de veículos que irão realizar este serviço.

Compartilhe!