Central dos Sindicatos Brasileiros

Maia se compromete a mudar MP 873 em reunião com centrais

Maia se compromete a mudar MP 873 em reunião com centrais
Novo encontro será realizado no dia 16 para a criação de texto alternativo à Medida Provisória de Bolsonaro que modifica a forma de cobrança da contribuição sindical

 

Durante encontro com a CSB e as demais centrais sindicais nesta terça-feira (02), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se comprometeu a mudar o texto da Medida Provisória 873/2019 de Jair Bolsonaro, que muda a forma de cobrança da contribuição sindical. Rodrigo Maia se dispôs ainda a não levar adiante a Medida Provisória de Bolsonaro caso não haja acordo sobre um novo texto para a proposta.

Na reunião desta terça em Brasília, o presidente da Câmara definiu uma nova agenda, que acontecerá no próximo dia 16, também na residência oficial. Desta vez, além dos presidentes das centrais e do anfitrião, estarão presentes as lideranças partidárias da Casa para que um novo texto seja proposto em alternativa à MP 873.

Segundo o presidente Antonio Neto, foi o início de um processo de debates com a nova legislatura do Congresso Nacional. O dirigente explicou que Maia quer construir um caminho alternativo à MP, para que haja as discussões necessárias sobre o tema e o movimento sindical não sofra com as consequências da Medida.

“O presidente da Câmara tem histórico de abrir o espaço democrático essencial para o diálogo. Estamos na luta, indo ao Congresso, debatendo com os parlamentares para reverter essa agressão contra os sindicatos”, disse.

Leia mais Central de informações e decisões judiciais sobre a Medida Provisória 873/2019

Compartilhe!