Central dos Sindicatos Brasileiros

Em reunião com o Bloco das Minorias na Câmara, CSB critica reforma da Previdência e MP da contribuição sindical

Em reunião com o Bloco das Minorias na Câmara, CSB critica reforma da Previdência e MP da contribuição sindical

Durante sua participação, entidade falou sobre os equívocos da PEC 06/2019 e da Medida Provisória 873 do governo Bolsonaro

Em intensa atividade em Brasília, a Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) participou na manhã desta quarta-feira (13) da reunião do Bloco das Minorias, realizada na Sala 11 do Anexo 2, da Câmara dos Deputados e liderado pela deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ).

O encontro, que contou com a presença de centrais sindicais e movimentos sociais, teve como tema a reforma da Previdência e a Medida Provisória (MP) 873/2019.

Em seu discurso, o vice-presidente da Central Sergio Arnoud, que representou a entidade no encontro, falou sobre o posicionamento da CSB em relação às propostas do governo e a dívida pública.

“O problema do País está na dívida, que consumiu do orçamento de 2018 40,6% de todo orçamento, enquanto a Previdência consumiu um pouco mais de 20%. Portanto, o problema não é a Previdência. Precisamos ser mais diretos, muitas pessoas não associam Previdência com aposentadoria, nós temos que falar que querem tirar a aposentadoria e esse é nosso desafio”, disse Arnoud, fazendo um parelalo da luta contra a reforma com a Medida Provisória que muda a forma da cobrança da contribuição sindical.

“Neste sentido, o governo, através da MP 873, tentou silenciar todo movimento sindical e os movimentos sociais, e essa MP contraria o decreto presidencial assinado em novembro de 2018”, completou o vice-presidente, que ainda defendeu a unidade dos partidos contra a reforma.

Compartilhe!