Central dos Sindicatos Brasileiros

CSB conclama seus filiados para ato contra a reforma da Previdência no dia 22 de março

CSB conclama seus filiados para ato contra a reforma da Previdência no dia 22 de março

Resistência e mobilização são fundamentais para alertar a sociedade e pressionar os parlamentares sobre a gravidade das alterações na aposentadoria dos brasileiros

 A Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) conclama todos os seus sindicatos filiados e o conjunto do movimento sindical para o Dia Nacional de Lutas contra o fim das Aposentadorias e por um Previdência Social Pública, que acontecerá no próximo dia 22 em todos os estados brasileiros.

 Apesar da importância do combate à Medida Provisória (MP) 873, o foco das entidades sindicais, que seguem unificadas, será a defesa da aposentadoria digna para as mulheres, os jovens, trabalhadores rurais e para o conjunto dos trabalhadores. As alterações na aposentadoria, ao contrário disso, mantém privilégios, especialmente de militares e políticos, ao mesmo tempo em que inviabiliza a aposentadoria para a maioria do povo pobre e trabalhador.

 A Central também orienta seus sindicatos filiados a participarem das organizações do ato em todas as cidades brasileiras, além de recomendar que as entidades sindicais conscientizem seus trabalhadores sobre os efeitos maléficos da reforma, seja por meio das redes sociais, seminários ou debates em suas bases. A pressão política junto aos parlamentares também faz parte das iniciativas propostas pela CSB.

 É fundamental que os quadros da Central estejam engajados nas redes, para que as orientações apresentadas pela entidade atinjam o maior número de pessoas possível. No Facebook da CSB e do presidente Antonio Neto são e serão disponibilizados todos os materiais necessários, notícias e informações para o combate à reforma. Fique atento também ao site.

 Entregue à Câmara dos Deputados no último dia 20 de fevereiro, a proposta foi rechaçada pelas centrais sindicais durante assembleia nacional da classe trabalhadora, realizada no mesmo dia.

Após encontro, Centrais reiteram unidade e divulgam nota contra MP 873

Compartilhe!