Central dos Sindicatos Brasileiros

Conselho Curador do FGTS debate orçamento e investimento em programas sociais

Conselho Curador do FGTS debate orçamento e investimento em programas sociais

2º secretário da CSB, Raimundo Firmino dos Santos, é membro titular do Conselho

Os membros do Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (CCFGTS) reuniram-se nesta terça-feira (15) no Ministério do Trabalho. O encontro foi marcado por debate de orçamento e de investimento em programas sociais.

Em votação, os conselheiros aprovaram a manutenção dos valores previstos do últimos orçamentos financeiro, operacional e econômico do FGTS para o exercício de 2018 e do orçamento plurianual de aplicação para o período 2019-2021.

“Em função do desemprego, a economia não aqueceu, e também não há expectativas de um crescimento dos vínculos empregatícios. Então, não há perspectiva de crescimento do FGTS”, analisou o 2º secretário da CSB, Raimundo Firmino dos Santos, que é também membro titular do Conselho.

Os presentes também aprovaram uma resolução que autoriza a contratação de operações de crédito, no âmbito de programas Pró-moradia, Saneamento para Todos e Pró-Transporte, para conclusão de empreendimentos, objeto de financiamento com recursos do FGTS.

“A contratação é necessária. O fundo de garantia mantém o trabalhador quando ele sai do emprego e também tem essa destinação. Quando o fundo investe nisso, está investindo na saúde, no bem-estar da sociedade”, afirmou.

O fundo
O CCFGTS gere e administra o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O grupo é tripartite, ou seja, é composto por entidades dos trabalhadores, dos empregadores e representantes do Governo Federal.

 

Compartilhe!