Central dos Sindicatos Brasileiros

Mais do que salários, Sintap/MT quer saída para a crise

Mais do que salários, Sintap/MT quer saída para a crise

Grupo de representantes dos servidores do Executivo quer ajudar a incrementar Receita

Nesta sexta-feira (09) o Governo do Estado prevê o pagamento do salário de todos os servidores ativos e inativos. O anúncio foi feito pelo governador, Pedro Taques, no fim da tarde da última quinta-feira, em reunião na Casa Civil com o chefe Max Russi e representantes do Fórum Sindical, entre eles: a presidente e o diretor-financeiro do Sintap, respectivamente: Rosimeire Ritter e Francisco Borges. Na avaliação da gestora sindical, efetuar o pagamento dentro do prazo é importante e nada mais é do que cumprir o a lei, que prevê que o salário deve ser pago até, no máximo, dia 10 de cada mês. Contudo, destaca que a medida só ocorreu por conta da pressão exercida pelo Fórum Sindical. Essa união dos sindicatos do Executivo é que dá condições de mobilizar os servidores para tomada de outras medidas mais contundentes, caso necessário.

Para evitar a angústia do servidor, causada pela incerteza do recebimento dentro do prazo legal (10), o Fórum Sindical tem reuniões semanais com o objetivo de analisar a atual conjuntura econômica e financeira do Estado. Propor medidas corretivas e novas formas de arrecadação. Nesta linha, conforme Ritter, é que o Sintap, a propósito, trabalha há algum tempo com apresentação de projetos como a de taxação dos agrotóxicos; a volta da identificação da madeira bem como a reciclagem e capacitação dos servidores do Indea e Intermat para que o trabalho seja otimizado.

O intuito das propostas a serem apresentadas ao Governo é uma gestão eficaz de forma que todos os setores saiam ganhando: os servidores com a garantia do salário em dia a sociedade com serviços de melhor qualidade e com servidores mais qualificados e o Executivo com a capacidade de realizar investimentos nas áreas em que atua.

O atual diretor-geral do Sintap, Vânio Brandalise, junto com os demais membros da diretoria e do Fórum Sindical, tem estudado estratégias para apresentar ao Estado a fim de que esse objetivo possa ser atingido o quanto antes já que os servidores e o Estado de Mato Grosso não podem mais esperar por soluções vindas apenas do âmbito dos gabinetes estaduais.

Fonte: Sintap/MT

Compartilhe!