Central dos Sindicatos Brasileiros

Após um ano de luta, guardas civis municipais de Aparecida de Goiânia conquistam reajuste dobrado de salário

Após um ano de luta, guardas civis municipais de Aparecida de Goiânia conquistam reajuste dobrado de salário

Segundo presidente do sindicato da categoria, benefícios devem valer a partir de março

Na tarde da última terça-feira (5), o Sindicato dos Guardas Civis Municipais do Estado de Goiás (SINDGUARDAS) fechou importante acordo com a administração da cidade de Aparecida de Goiânia (GO). Apesar da luta de mais de 12 meses, com este acordo, o salário da corporação do município deve dobrar de valor. Os cerca de 500 guardas municipais receberão o benefício a partir da primeira semana de março.

Segundo o presidente do sindicato, Ronaldo Ferreira Egídio, o acordo, que veio após dezenas de assembleias com a categoria, reunião com administração, passeatas e acampamentos, estabelece adicional de risco de vida em 100%, que incidirá no RETGM.

“O Regime Especial de Trabalho da Guarda Municipal (RETGM), que era uma gratificação de 100% sobre o soldo do guarda, agora se vai incorporar a outros benefícios, como, por exemplo, o quinquênio, adicional noturno, incentivo e hora extra, se houver. Conseguimos elevar o [pagamento do] risco de vida para 100% e incidir o RETGM neste benefício, o que fará o salário duplicar”, explicou o presidente.

Com o risco de vida e o RETGM, os guardas devem ganhar aproximadamente R$ 4.030. Egídio, que também anunciou o Plano de Carreira, comentou sobre as próximas lutas da categoria.

“O Plano de Carreira será implantado em março e pago com retroativo de 2015 para cá. Agora, precisamos lutar por uma data-base inicial. Nosso plano tem progressão horizontal e vertical, mas não tem uma data base”, finalizou o dirigente.

Compartilhe!