Central dos Sindicatos Brasileiros

Vice-presidente da CSB Flávio Werneck é palestrante do Seminário do Movimento 2022 sobre segurança pública

Vice-presidente da CSB Flávio Werneck é palestrante do Seminário do Movimento 2022 sobre segurança pública

Evento é gratuito e é o primeiro do ciclo de seminários que o grupo vai promover ao longo de 2018, na busca de soluções para os problemas do país. Encontro vai acontecer no auditório do Memorial Darcy Ribeiro (Beijódromo), na Universidade de Brasília

Não é novidade que o Brasil tem passado por grandes desafios em diversas pautas. Uma delas é a segurança pública, que há anos preocupa os cidadãos, diante do aumento das taxas de roubos e homicídios no país. No Rio de Janeiro, a situação chegou ao ponto da intervenção. O Congresso Federal aprovou na madrugada nesta semana um decreto que autoriza a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. Seria esta a melhor medida a ser tomada ou essa operação poderá piorar a crise na cidade maravilhosa? Estes e outros questionamentos serão trazidos no seminário “Segurança Pública: a política como estratégia de superação da guerra social”. O evento acontecerá no Memorial Darcy Ribeiro, conhecido como Beijódromo, na Universidade de Brasília, e contará com a participação de três palestrantes e um mediador de renome da área de segurança pública. O encontro é uma promoção do Movimento 2022: O Brasil que Queremos através de seu Grupo de Estudo sobre Política.

Os oradores desse primeiro encontro do ciclo de seminários que o 2022 vai promover ao longo do ano são a consultora sênior do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Isabel Figueiredo, o pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Antonio Teixeira Lima Junior, o presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Distrito Federal, Flávio Werneck Meneguelli, e o coordenador do Grupo de Estudo do 2022, Antonio Rodrigo Machado, que é presidente da Comissão de Legislação Anticorrupção e Compliance da OAB/DF.

Segundo o coordenador do Grupo de Estudo de Política do Movimento, a proposta do encontro é “levar as pessoas a uma discussão mais séria sobre o problema da segurança pública no país, principalmente nesse momento de intervenção federal no Rio de Janeiro”, ressalta Antonio Rodrigo Machado.

As inscrições para participar do seminário são gratuitas e podem ser feitas através do e-mail: [email protected] Informações também podem ser obtidas pela página do Movimento 2022. A iniciativa é voltada para estudantes, professores e público em geral.

Confira, abaixo, mais informações sobre os palestrantes:

ISABEL FIGUEIREDO – Consultora sênior do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Mestre em Direito Constitucional pela PUC/SP.

ANTONIO TEIXEIRA LIMA JUNIOR – Pesquisador do Ipea (coordenação de gênero, raça e estudos geracionais).

FLÁVIO WERNECK MENEGUELLI – Presidente do Sindicato dos Policiais Federais no Distrito Federal e vice-presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais.

Mediador:

ANTONIO RODRIGO MACHADO – Coordenador do GE de Política do Movimento 2022: O Brasil que Queremos e presidente da Comissão de Legislação Anticorrupção e Compliance da OAB/DF.
O ciclo de seminários do 2022 para este primeiro semestre contará com cinco eventos e cada encontro abordará um tema diferente visando à superação dos desafios do Brasil. Os próximos seminários acontecerão também no Beijódromo nos dias 28/03, 25/04, 23/05 e 27/06.
Sobre o Movimento 2022

O Movimento 2022: O Brasil que Queremos é fruto de uma parceria entre a Organização Não-Governamental União Planetária e a Universidade de Brasília (UnB). Desde sua criação, em 2015, ele tem realizado diversas atividades, a exemplo de grandes reuniões de estudo com ilustres presenças acadêmicas, de juristas e expoentes nas mais diversas áreas, ciclos de seminários nas principais universidades do Distrito Federal, gravação de programas televisivos com foco nos temas debatidos nos grupos de estudo, entre outras, a fim de analisar as medidas necessárias para alcançar o Brasil que a sociedade quer, até o ano de 2022, quando o país estará comemorando seu bicentenário da independência.

Fonte: Sindipolf/DF

Compartilhe!