Central dos Sindicatos Brasileiros

CSB defende PEC da criação das polícias penais na Câmara dos Deputados

CSB defende PEC da criação das polícias penais na Câmara dos Deputados

Seminário realizado nesta quarta-feira (28), no Auditório Nereu Ramos, teve o objetivo de apresentar aos parlamentares a realidade do agente penitenciário

Dirigentes representantes dos agentes penitenciários e parlamentares participaram de intenso debate, promovido nesta quarta-feira (28), sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 372/2017, que prevê a criação das polícias penais federal, estaduais e distrital. O encontro foi realizado no auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados.

O objetivo do evento foi buscar o apoio dos deputados na tramitação do projeto. “Quisemos trazer o parlamentar para dentro do debate para que ele possa ter conhecimento de causa”, afirmou o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado do Ceará e vice-presidente da CSB CE, Valdemiro Barbosa.

O projeto prevê a constitucionalização da categoria inserindo-a no artigo 144 da Constituição Federal. Se a Câmara aprovar a matéria, os agentes terão os mesmos direitos da carreira policial, como aposentadoria especial. A matéria dá também condições de autogestão e organização.

 “Foi um encontro para mostrar para a sociedade a importância da criação da polícia penal, da estruturação do sistema penitenciário. As facções criminosas foram organizadas e se potencializaram dentro dos presídios por conta do abandono do Estado. O Estado não investiu e permitiu que isso acontecesse”, contou Barbosa.

No entendimento do dirigente, “a polícia penal vem para resgatar essa questão do investimento e controle para que a gente com mais efetivo, com equipamentos de última geração, com inteligência, possa ter de volta o controle das unidades”, explicou.

Entre os deputados presentes estavam Cabo Sabino (PR- CE), Major Olímpio (SD-SP), Lincoln Portela (PRB-MG) e Cabuçu Borges (PMDB – AP).

Compartilhe!