Central dos Sindicatos Brasileiros

Sindasp/CE denuncia o baixo efetivo de agentes além das condições estruturais da PIRC

Sindasp/CE denuncia o baixo efetivo de agentes além das condições estruturais da PIRC

A falta de estrutura nas unidades prisionais do Estado tem deixado agentes penitenciários em alerta e insatisfeitos com a situação. Nessa semana, o Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp/CE) denunciou as diversas irregularidades na Penitenciária Industrial e Regional do Cariri (PIRC), localizada em Juazeiro do Norte.

O diretor Eduardo brito reforçou, ao repórter da TV Verde Vale, pontos que prejudicam o funcionamento da unidade prisional que antes era referência. Brito destacou o baixo efetivo, bem como a situação estrutural do presídio, pontuando a necessidade da regionalização das unidades de detenção do Ceará, uma reivindicação antiga do Sindasp/CE.

Outra exigência do Sindasp/CE é separar as respectivas funcionalidades da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus). A ideia seria dividir em “ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA”, priorizando a valorização do profissional e oferecendo cursos e formação, por exemplo. Na separação também seria apresentado um novo modelo de ressocialização apresentado na pasta de “CIDADANIA”.

Já o conteúdo jornalístico exibido no Jornal da Cidade, na TV Cidade, filiada à Rede Record, mais uma vez o sindicalista lembrou a necessidade de uma reforma emergencial da unidade ou a construção do presídio regional. O repórter Hugo Delion também destacou o baixo efetivo e as constantes fugas. Atualmente são 15 agentes para 750 presos por plantão.

Fonte: Sindasp/CE

Compartilhe!