Central dos Sindicatos Brasileiros

Reajuste salarial dos servidores de Tietê (SP) é ignorado pela Câmara Municipal

Reajuste salarial dos servidores de Tietê (SP) é ignorado pela Câmara Municipal

Em sessão ocorrida no dia 9 de abril, os vereadores da Câmara Municipal votaram e aprovaram reajuste de 2% para os servidores de Tietê. Até aqui parece que está tudo certo, mas na verdade não está. Os vereadores ignoraram a pauta de reajuste apresentada pelo SSTJ (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tietê e Jumirim) que previa o reajuste sob a inflação desse ano e mais 2,75% da inflação de 2017 que o prefeito Vlamir Sandei ficou devendo no ano passado.

Agora, o Sindicato tenta convocar os servidores para reverter a situação criada pela Prefeitura.
A presidente do Sindicato, Vali Aparecida Borges Barbosa, pontua a falta de respeito da Prefeitura com os servidores “Ficou devendo 2,75% de reajuste do ano passado, este ano deu aumento que nem supera a inflação, ignora completamente as clausulas sociais da pauta e ainda por cima coage os trabalhadores que não passaram em estágio probatório a pedirem demissão, olha que absurdo!”
O vice-presidente da Fesspmesp, José Flamínio Leme, foi a Tietê, prestou apoio ao Sindicato e participou da sessão da Câmara junto a presidente do Sindicato.

“Eles passaram por cima das reivindicações feitas pelo Sindicato e decidiram qual seria o aumento arbitrariamente. É preciso mobilizar os trabalhadores de Tietê para que haja uma resposta a este autoritarismo da Prefeitura”.

Fonte: Fesspmesp

Compartilhe!