Central dos Sindicatos Brasileiros

Servidores de São Sebastião do Paraíso definem pauta de reivindicações na segunda-feira

Servidores de São Sebastião do Paraíso definem pauta de reivindicações na segunda-feira

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Sebastião do Paraíso (SEMPRE-SSP) realizará na próxima segunda-feira (15 de janeiro), na sede da AFM – Clube dos Funcionários, a sua Assembleia Geral Ordinária. O objetivo é reunir os servidores para deliberação sobre a pauta de reivindicação da categoria que tem data base em fevereiro. “Temos alguns pontos que começamos a negociar com o prefeito em 2017, que novamente serão colocados e precisamos fechar a nossa pauta”, anuncia a presidente do sindicato Maria Rejane Tenório de Araújo Santos.

De acordo com a sindicalista, desde o ano passado o sindicato vem realizando reuniões setoriais junto aos servidores para apurar o sentimento do funcionalismo. Foram criadas comissões de trabalho que estão ajudando na formatação de propostas que serão apresentadas na assembleia. “Durante o ano de 2017 fomos recebidos pelo prefeito e sua equipe, nos reunimos mensalmente, mas em virtude da situação financeira que foi apresentada tornou-se difícil avançarmos no atendimento das nossas reivindicações e muita coisa ficou para este ano de 2018”, explica Rejane.

Ela disse que entende o momento difícil enfrentado pelas prefeituras, mas pondera que assim como os servidores estão se adaptando, a administração também precisa se adequar à atual realidade. “O servidor está sentindo na pela esta situação e para sobreviver esta sendo obrigado a priorizar muitas coisas, tem evitado fazer contas, renegociado as dívidas com prazo mais longo a pagar”, enumera. Rejane diz que o funcionalismo é prioridade. “É o funcionário que faz a máquina rodar, mas se ele estiver sem salário e desmotivado, ele não irá render e produzir o que pode”, avalia.

Para este ano foi mudado o mês da data base da categoria que antes era em março. “Foi adiantado em um mês, agora é em fevereiro. Vamos apresentar as nossas propostas e aguardar a resposta do Executivo”, afirma.

Rejane antecipa que caso as conversações se estendam para outros meses até haver um entendimento aprovado pela categoria, a partir do momento que houver o acordo, os benefícios do reajuste salarial serão retroativos ao segundo mês do ano que será pago a partir de março.

Em um chamamento à categoria o SEMPRE relata que aguarda com otimismo e paciência o desdobramento dos fatos. “Mesmo com os atrasos salariais, gerando encargo de juros e mora no pagamento de nossas contas e compromissos, aliado a isto estamos há quase uma década sem promoção na carreira, mesmo assim seguimos em frente, pois sabemos de nossa responsabilidade, compromisso e função, em momento algum abandonamos  o barco”, diz o texto.

Rejane assegura que “agora e a hora do servidor participar, dar sugestões e apresentar ideias e críticas. Para isso todos estão convidados a se reunir conosco”, finaliza.

Fonte: Jornal do Sudoeste, São Sebastião do Paraíso (MG).

Compartilhe!