Central dos Sindicatos Brasileiros

Representantes dos servidores federais de Alagoas se reúnem com Renan Calheiros

Representantes dos servidores federais de Alagoas se reúnem com Renan Calheiros

Categoria reivindicou melhorias para os trabalhadores da Funasa e solicitou apoio do parlamentar contra a PEC 287

O segundo Secretário dos Servidores Públicos da CSB e coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal no Estado de Alagoas (SINTSEP/AL), Jogelson Veras, se reuniu com o senador Renan Calheiros, no dia 10 de abril, para pedir apoio para as reivindicações dos servidores da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).  O encontro foi na sede do PMDB de Alagoas.

A categoria reivindica que os servidores da Funasa que foram transferidos para o quadro de funcionários do Ministério da Saúde voltem para o quadro da Fundação. O coordenador do SINTSEP/AL, Jogelson Veras, falou que os servidores da Funasa que estão lotados no Ministério da Saúde desde o dia 20 de março tiveram mudanças no quadro de frequência de pontos. “O senador Renan tem sido um parceiro com o qual contamos em tempo e fora de tempo. A qualquer hora do dia ou da noite que o procuramos, somos recebidos e atendidos prontamente naquilo que é de interesse de 1.446 famílias dos funcionários da Funasa em Alagoas”, disse Veras.

Além da reivindicação de relocação dos funcionários da Funasa, Jogelson  também reivindicou apoio do parlamentar contra a PEC 287. “Esse Projeto de Lei mais a proposta da reforma trabalhista e da terceirização representam a extinção da CLT e de qualquer direito trabalhista. Nós queremos o apoio do senador para que não sejam retirados direitos dos trabalhadores”, afirmou o dirigente.

Renan agradeceu aos sindicalistas e disse que estará sempre com as portas de seu gabinete de Brasília e do escritório em Maceió de portas abertas para receber e encaminhar junto aos órgãos federais todas as reivindicações da categoria. “Atender aos interesses dos alagoanos, mas do que um dever no exercício do mandato que me foi conferido”, pontuou o senador.

 

Compartilhe!