Central dos Sindicatos Brasileiros

Servidores de Porto Acre (AC) aprovam greve a partir de 1º de agosto

Servidores de Porto Acre (AC) aprovam greve a partir de 1º de agosto

Com apoio da CSB, trabalhadores se organizam contra cortes de benefícios

Os servidores municipais de Porto Acre (AC), cidade localizada a cerca de 50 quilômetros da capital Rio Branco, decidiram entrar em greve a partir de 1º de agosto por tempo indeterminado. A greve foi aprovada durante assembleia realizada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Porto Acre (SINSPMPAC) na última terça-feira, dia 19, na Câmara Municipal.

Os trabalhadores protestam contra o corte de benefícios adotado pela prefeitura nos últimos meses. Com o argumento de que precisa equilibrar as finanças do município para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o prefeito de Porto Acre tomou medidas que têm causado dificuldades para centenas de servidores públicos.

c402a76a-f649-457e-931b-002fa932e7f5“Os trabalhadores não são os culpados pela situação financeira da prefeitura. A cidade tem 290 servidores públicos e mais de 50 cargos comissionados. Se o prefeito quer cortar gastos, deveria começar reduzindo esse número de comissionados, e não retirando direitos dos servidores”, afirma Pedro Mourão, vice-presidente da CSB.

Entre os benefícios que foram cortados pelo prefeito estão o pagamento do auxílio-curso que era utilizado para qualificação profissional, além da licença-prêmio e do adicional de insalubridade, entre outros.

Com esses cortes, há casos de servidores que tiveram uma redução de até 40% em seus vencimentos, o que tem causado problemas para os trabalhadores sobretudo neste momento de crise econômica do País.

“São pais e mães que dependem dos salários e das gratificações para sustentar as suas famílias. Muitos estão passando por dificuldades com essa situação que já chegou ao limite. Temos buscado de todas as formas tentar resolver por meio do diálogo, mas isso não tem dado resultado”, diz a presidente do SINSPMPAC, Ivaneide Souza da Silva.

fbef9f5f-c60e-4e51-8df7-237cdca04b14“Os servidores não estão nem cobrando aumento salarial, embora estejam sem reajustes desde 2010. Querem apenas que os direitos que eles já tinham voltem a ser pagos”, afirma Mourão, que também é presidente da Federação Interestadual das Regiões Norte e Nordeste dos Trabalhadores em Transportes de Mototaxistas, Motoboys, Motofretes e Taxistas (FENORDEST).

A assembleia definiu que a greve deverá ser mantida a partir de 1º de agosto por tempo indeterminado, até que o prefeito revogue os decretos que suspenderam o pagamento dos benefícios. De forma paralela, o Sindicato também ingressou com uma ação na Justiça contra as medidas tomadas pela prefeitura, mas ainda não houve uma decisão.

A CSB tem dado todo o apoio para o SINSPMPAC na defesa dos direitos dos servidores de Porto Acre e também deverá auxiliar com a mobilização dos trabalhadores durante a greve. “Estamos ao lado do Sindicato nessa luta, que é muito justa”, reforçou o vice-presidente da Central.

Compartilhe!